CM’11 Cruzeiro 0 x 0 Tupi

Que Cruzeiro é esse?

Tenho que confessar que gostei do primeiro tempo.

O Cruzeiro jogou bem com o Montillo na armação, tendo no ataque Wallyson e Thiago Ribeiro, que só não marcaram porque um travessão, zagueiro e, principalmente, o goleiro não deixaram abrir o placar para o lado celeste. Já Fábio e Victorino se mantiveram com as boas atuações que vinham apresentando.

Rômulo na lateral direita apresentava bom poder ofensivo e recebendo a cobertura de Victorino. Já na esquerda, Everton e Paraná revezavam.

Mas mais sorte ainda para o goleiro Rodrigo do Tupi foi o argentino Montillo perder o pênalti ao mandar a bola no travessão e, caprichosamente, bater em suas costas e não encaminhar para o fundo das redes.

Então veio o segundo tempo…

Cuca tirou Montillo – alegando uma pequena contusão no joelho – e colocou o centroavante André Dias em seu lugar. Primeira pergunta: se era pra colocar um centroavante, por que André Dias – voltando de contusão – e não o Farías? Segunda pergunta: tirando o único armador de campo, não era melhor colocar outro armador (Dudu) em seu lugar?

Então o Cruzeiro teve que se virar em campo com 4 volantes e 3 atacantes, nenhum armador e sem organização em campo.

Aos 9 minutos, o Cruzeiro teve duas chances claras com Everton, em que no primeiro momento o goleiro fez grande defesa tirou e na volta, depois de um cruzamento de André Dias, Everton concluiu e a mão do zagueiro tirou.

O time celeste estava perdido em um esquema tático que não existia e o Cuca… se contentava em gritar na beira do campo.

Aos 28 minutos, Cuca finalmente teve uma luz e colocou Dudu em campo. Antes tarde que mais tarde ainda…

Mas pra deixar um pouco mais estranha a situação, ele tirou Rômulo – o único lateral de função e que vinha fazendo bem o seu papel, não comprometendo o resto do time – deixando agora o esquema com 4 volantes, 1 armador e 3 atacantes. Logo: sufoco, sufoco e sufoco.

Cuca mexeu novamente 10 minutos mais tarde colocando Farías – outro centroavante – no lugar de Marquinhos Paraná, que não vinha fazendo uma boa partida. Agora o Cruzeiro estava com 3 volantes, 1 armador e 4 (quatro!) atacantes.

Mas essa noite não era de Thiago Ribeiro, jogou mal! Dudu entrou pra mudar um sufoco, ai complica…

Mas ainda bem que temos um Victorino vestindo nossa camisa 4. O zagueiro jogou muito! E graças a ele não voltamos com um revés de Juiz de Fora.

Cheguei ao final do jogo sem entender mais quem estava improvisado de quê, mas com a certeza que não é esse o Cruzeiro que eu conheço.

Anúncios

Uma resposta em “CM’11 Cruzeiro 0 x 0 Tupi

  1. Ah Lubuá… ele deve ter um acesso de Adilson… ou, fez isso de propósito para ratificar sua tese de que o WP é importante para o time… sei lá, tava tudo muito estranho, tão estranho que o torcedor fez foi piada do jogo, pra não ficar mais nervoso ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s