Primeiro apito do primeiro jogo do ano

Uma Cerveja, Por Favor

Dia 03 de fevereiro de 2013.

Seria um domingo comum, se semanas antes o governador não tivesse anunciado a reabertura do Mineirão diretamente em um clássico.

Seria mais um clássico comum se não fosse o retorno do gigante da Pampulha após quase 3 anos fechado.

Seria um clássico com seu roteiro inesperado, se não fosse um Cruzeiro quase – completamente – desconhecido em campo, contra um rival alvi-negro conhecido e vice campeão brasileiro.

Seria um ano comum.

Apenas “seria”.

Foi um domingo com falta de água, com estacionamento distante, grandes filas, estranhamento de comida e empurra empurra pra troca de ingressos. Mas, apesar dos pesares, foi um clássico mais um vez histórico.

Mal se sabia que em campo estava o futuro campeão inédito da Libertadores e o futuro tri-campeão brasileiro.

Eram novos rostos, tanto pelo desconhecimento, quanto pela idade, daqueles que agora ostentavam a camisa celeste. Era um estádio novo…

Ver o post original 885 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s