Cadê o Jonathan?

Revista do Cruzeiro - Edição 76 - 2004
Revista do Cruzeiro – Edição 76 – 2004

Mais um exemplo de dedicação e correspondência ao clube é o lateral Jonathan, 17 anos, e que está na Toca há quatro anos. Seu futebol o levou à Seleção Brasileira Sub-17, pela qual foi campeão do mundo, em 2003, jogando também no meio-campo, outra posição na qual se adaptou muito bem.

Revista do Cruzeiro – Edição 76 – 2004

Com o Jonathan, lá se vai mais uma temporada do Cruzeiro.

Garoto que subiu para o profissional como promessa, mas que inicialmente só fazia a torcida lamentar a sua presença em campo… tanto que muitos nunca o perdoaram e, mesmo que faça partidas exuberantes, ainda vai aparecer alguém para criticá-lo.

Acabou virando até costume, pegavam (ou ainda pegam?!) ele pra cruz, mesmo que sua atuação dissesse o contrário.

Me lembro ainda em 2008, ia para o Mineirão e ficava reparando aquela lentidão na lateral do campo, era o jogador mais xingado (disparado) pela torcida, sempre demorava pra chegar lá atrás para ajudar a defesa e lento demais pra apoiar o ataque.

Como única opção para a lateral direita desde 2008, se firmou por lá. Em 2009, teve grandes atuações e como um “elemento surpresa” no ataque. Todos ainda se lembram da goleada sobre as penosas de 5×0, onde o lateral foi o autor de 2 gols! Atuações que renderam a ele o prêmio de melhor lateral direito de 2009.

Mas por onde anda o Jonathan-2010?

Este ano, quase ninguém o viu. Em nenhum jogo foi o destaque. Dos gols, apenas conseguiu fazer contra o “grande” Real Potossí (na goleada de 7×0) e contra o Villa Nova no campeonato Mineiro. Grandes partidas?! Apenas no inicio do ano, até o término da participação na Libertadores. Mas quando se trata de Campeonato Brasileiro…

Jonathan diz a quem quiser ouvir que sonha em jogar na Europa até ai tudo bem, afinal que jogador não tem esse desejo? Mas ao que me parece esse esqueceu que deveria respeitar um pouco mais o Cruzeiro e principalmente os torcedores.

Ou será Jonathan que você esqueceu que tudo que você é hoje deve a este time?

Pra quê tanta birra? Se não foi vendido é porque não houve interessados. E com isso você se revolta por quê? É melhor ser taxado de chinelinho e desinteressado pela torcida do que realmente jogar o seu melhor futebol? Se lembra quando o Rômulo chegou e você disse: “…Não conheço, sei que sou titular…” Por quê tanta arrogância? A vida e o futebol hão de te ensinar que não devemos menosprezar ninguém. Você ainda é muito novo e quem sabe um dia aprenda.

E se dissermos daquela final da final na Libertadores?

Sinceramente, não querer mais jogar no Cruzeiro é uma afronta a torcida. Tudo bem se não se importa em sair daqui como tantos saíram no futebol, infelizmente são poucos que se mostram gratos por aquilo que o clube lhe proporcionou. Enquanto para uns o futebol é dinheiro, felizmente para outros é paixão. Um exemplo claro de gratidão é do Maicon hoje lateral da Inter de Milão, que quando perguntado qual o titulo mais importante da carreira ele simplesmente respondeu: “… O titulo brasileiro de 2003 pelo Cruzeiro, pois foi quando fui revelado…” Deve ser por isso que ele está onde está. Isso é para poucos e se torna cada vez mais raro no futebol.

Nós sabemos e vimos o quanto o Jonathan jogou ano passado. Não será com esse futebol versão 2010 que aparecerá um clube com uma grande proposta ou merecerá uma convocação, continuarão a ser apenas desejos e especulações. Que tal jogar o fino da bola que um dia jogou? Agrada a torcida e a você mesmo, meu caro.

Se caso estiver errada sobre as minhas suposições, peço-lhe desculpa, mas espero que minha língua se queime quando o ver em campo novamente.

Torço muito pelo Jonathan e confio no potencial dele. Espero que volte a corresponder em campo o que a tanto tempo se prometia dele e muitos duvidavam, mas que um dia nos mostrou que era verdade – ou será que foi obra do acaso?

Tomara Jonathan que você acorde logo e veja que reconhecimento e gratidão não fazem mal a ninguém…

Izabela

Obs.: Não aceitamos comentários galinácios na página principal, vão direto para a caixa de spam. Favor ir à página ao lado chamada “Aos galinhos”, direcionado à sua insignificância.

Luciana