A política ZZP

Sempre é assim. Quando acaba o campeonato Brasileiro, consequentemente, quando chega o final do ano, e depois vem o ano seguinte, as especulações, contratações, vendas, tomam conta do noticiário esportivo.

E não seria diferente dentro de um clube como o Cruzeiro Esporte Clube. Todavia, a questão não é essa, mas sim como isso está sendo levado.

Todos os torcedores, de quaisquer times, sonham com grandes contratações. Esperam um “Ronaldinho Gaúcho” da vida, um “Fenômeno”, porém são poucos os times que têm a ousadia de realizar estas contratações.

O time celeste de Belo Horizonte se enquadra nesse quesito. Numa entrevista realizada no mês de janeiro deste ano, no período das badalações pela contratação do Gaúcho no Flamengo, o nosso presidente Zezé Perrela disse que nunca realizaria uma contratação daquela: por ser uma contratação de risco, não sabendo se o jogador poderá dar 100% do seu futebol para com o clube.

Mas aí eu te pergunto quem está preocupado com isso?  É claro, que todos os flamenguistas esperam que o Ronaldinho dê o seu melhor futebol, ou que pelo menos jogue acima do nível dos jogadores brasileiros. E se ele não conseguir jogar todos os jogos – muito difícil – mas quem importa?

Ronaldo Fenômeno jogou no Corinthians poucos jogos, e o pouco que jogou foi decisivo e por quê? Porque ele já foi o MELHOR DO MUNDO. Fora as questões financeiras, o tanto que eles ganham em cima do jogador, principalmente o clube e as empresas patrocinadoras.

Portanto, quando se faz uma contratação de grande risco, devemos olhar tudo isso, mas quando se fala de um cara craque, as coisas favoráveis devem ter um peso maior.

Não pedimos uma contratação de um melhor do mundo, mas pelo menos de um cara que saiba jogar muita bola, e que a diretoria não empreste, não venda nossos jogadores para reforçar outros times na Libertadores – a competição que NÓS também estamos e, principalmente, que a presidência não tenha dó de oferecer salários altos a tal jogador pois o dinheiro ali rola solto, e não há como esconder, por mais que queira, né ZZP? Ou alguém aí acredita no caso do “Ramires” que o valor mostrado foi realmente o preço que ele foi vendido? Alguém?

Roberta

Queremos sangue novo

O Cruzeiro vive um momento delicado e ainda temos um presidente que se quer está interessado com clube. Tornou-se um mandatário desmotivado que apenas tem olhos para política, aliás, será senador no próximo ano. A família Perrella ganhou quase tudo nesses 15 anos de Cruzeiro, faltou o Mundial e a construção do estádio e justamente no último ano de mandato, Zezé parece ter perdido o gosto em comandar o Maior de Minas e deixa para outros da diretoria está missão. Depois de muito tempo escuta-se que o Clube tem problemas financeiros, o déficit de 2010 foi enorme e ouve-se dizer que o buraco é ainda maior.

Não se pode negar que durante os 15 anos de poder, a família Perrella trouxe vários frutos: o Cruzeiro passou a ganhar mais títulos e, principalmente, o respeito tornou-se ainda maior.

A torcida do Cruzeiro deseja transparência, auditoria fiscal independente, queremos sangue novo e com motivação para dirigir o Maior de Minas. As negociações obscuras, como a do Ramires, até hoje não foram nada esclarecedoras. O clube sempre foi vitrine para que empresários colocassem seus jogadores, aliás, esse sempre foi o pensamento da diretoria vender, vender e vender. Muitos jogadores começam a fazer sucesso e logo dizem adeus a Toca, não acho errado a questão de VENDER, mas sim VENDER E NÃO REPOR. Desde 2003 não tínhamos uma camisa 10 e eis que surge Montillo para suprir a carência. Uma pergunta: Até quando ele ficará?

Quero deixar bem claro que não conheço dos bastidores do futebol e para ser sincera tenho até medo, deixo aqui a minha opinião sobre o que penso da diretoria e da administração dos Perrellas que, na minha visão, chegou ao fim. Um clube como o Cruzeiro Esporte Clube e com a sua grandeza não pode ficar a mercê de um presidente que não tem mais a mínima vontade de lutar e principalmente de conquistar títulos.

Boa sorte Zezé Perrella, Brasília te espera!!!

Izabela