CM’11 Cruzeiro 0 x 0 Tupi

Que Cruzeiro é esse?

Tenho que confessar que gostei do primeiro tempo.

O Cruzeiro jogou bem com o Montillo na armação, tendo no ataque Wallyson e Thiago Ribeiro, que só não marcaram porque um travessão, zagueiro e, principalmente, o goleiro não deixaram abrir o placar para o lado celeste. Já Fábio e Victorino se mantiveram com as boas atuações que vinham apresentando.

Rômulo na lateral direita apresentava bom poder ofensivo e recebendo a cobertura de Victorino. Já na esquerda, Everton e Paraná revezavam.

Mas mais sorte ainda para o goleiro Rodrigo do Tupi foi o argentino Montillo perder o pênalti ao mandar a bola no travessão e, caprichosamente, bater em suas costas e não encaminhar para o fundo das redes.

Então veio o segundo tempo…

Cuca tirou Montillo – alegando uma pequena contusão no joelho – e colocou o centroavante André Dias em seu lugar. Primeira pergunta: se era pra colocar um centroavante, por que André Dias – voltando de contusão – e não o Farías? Segunda pergunta: tirando o único armador de campo, não era melhor colocar outro armador (Dudu) em seu lugar?

Então o Cruzeiro teve que se virar em campo com 4 volantes e 3 atacantes, nenhum armador e sem organização em campo.

Aos 9 minutos, o Cruzeiro teve duas chances claras com Everton, em que no primeiro momento o goleiro fez grande defesa tirou e na volta, depois de um cruzamento de André Dias, Everton concluiu e a mão do zagueiro tirou.

O time celeste estava perdido em um esquema tático que não existia e o Cuca… se contentava em gritar na beira do campo.

Aos 28 minutos, Cuca finalmente teve uma luz e colocou Dudu em campo. Antes tarde que mais tarde ainda…

Mas pra deixar um pouco mais estranha a situação, ele tirou Rômulo – o único lateral de função e que vinha fazendo bem o seu papel, não comprometendo o resto do time – deixando agora o esquema com 4 volantes, 1 armador e 3 atacantes. Logo: sufoco, sufoco e sufoco.

Cuca mexeu novamente 10 minutos mais tarde colocando Farías – outro centroavante – no lugar de Marquinhos Paraná, que não vinha fazendo uma boa partida. Agora o Cruzeiro estava com 3 volantes, 1 armador e 4 (quatro!) atacantes.

Mas essa noite não era de Thiago Ribeiro, jogou mal! Dudu entrou pra mudar um sufoco, ai complica…

Mas ainda bem que temos um Victorino vestindo nossa camisa 4. O zagueiro jogou muito! E graças a ele não voltamos com um revés de Juiz de Fora.

Cheguei ao final do jogo sem entender mais quem estava improvisado de quê, mas com a certeza que não é esse o Cruzeiro que eu conheço.

Mineiro’11 Cruzeiro x Tupi

E depois do Carnaval…

Hoje tem Cruzeiro em campo e que saudade eu estava de ver essa camisa azul estrelada em campo! Apesar de ter sido apenas uma semana, não ter treinos e a falta de assunto é chata. Ah… acho que é vício demais, mas é amor demais também.

Hoje o Cruzeiro vai a Juiz de Fora, a cidade mais carioca de Minas Gerais, para buscar uma afirmação na parte de cima da tabela.

O Tupi é um time chato. Em outras oportunidades, deu uma boa dor de cabeça para o Cruzeiro, ainda mais jogando em seus domínios.

Cuca finalmente atendeu aos apelos, orações, pedidos e reclamações de 90%  (ou mais) da torcida celeste. Wellington Paulista vai dar um tempo pra pensar na vida e para seu lugar vai Thiago Ribeiro.

O nosso Ribery, artilheiro da Libertadores do ano passado, que ajudou em tantos gols e foi o maior goleador do time celeste de 2010, reassume a sua vaga de titular no Cruzeiro. Mas ao lado de Wallyson, sendo dois atacantes de fora de área no ataque celeste.

Arriscado não ter um centroavante de função, mas tem aquele ditado “antes só do que mal acompanhado”, e nesse caso é “antes improvisado do que mal de centroavante”. Thiago Ribeiro disse sobre isso em entrevista:

– Cuca conversou comigo. Como nem eu nem o Walllyson somos aquele jogador de área, ele pediu o seguinte. Quando eu estiver pelo lado do campo, fazendo a jogada é pra eu conversar com o Wallyson e ele Ficar na área. E vice versa. É só revezar. E quanto a isso, é tranquilo. Eu já joguei assim em outros clubes com jogadores de características semelhantes. O importante é conversar. Já combina antes do jogo o que tem que ser.

Ainda temos Farías e André Dias no banco.

Diego Renan também vai pro banco e pensar na avenida que estava abrindo pelo lado esquerdo, cedendo espaço a Leandro Guerreiro, que penso que ficará como volante mesmo e o Paraná cairá para a lateral. Já Rômulo ocupará a lateral direita no lugar de Pablo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Everton deve ser aproveitado no meio campo também, já que Roger sentiu uma pequena contusão e está fora do jogo.

Provável Cruzeiro: Fábio; Rômulo, Victorino, Gil e Paraná; Leandro Guerreiro, Henrique, Everton e Montillo; Wallyson e Thiago Ribeiro.

Simbora Cruzeiro!

Luciana

(Dados do Globoesporte.com e foto da Vipcomm)